Connect with us

Política

Socorro Neri e Cesário Braga – Alianças políticas e mudanças de posição na corrida eleitoral de Rio Branco

Editorial

Published

on

“Queriam sugar a gestão municipal, como eu ouvi. Eles iriam sugar a gestão municipal e eu não permiti”, disse Socorro Neri,(PP), sobre o Partido dos Trabalhadores (PT), durante debate à prefeitura em 2020, na ocasião Neri estava no PSB, mas era a candidata do governador Gladson Cameli (PP).

Neste mesmo debate, Neri deu outra alfinetada aos antigos companheiros de aliança, ao afirmar que percebeu junto ao então presidente do PT na época, Cesário Braga, e de Jorge Viana, que ela não estava atendendo às expectativas do partido. “Demonstrado quando me disse [Cesário e Jorge Viana] que não se sentia motivado a me apoiar, a medida que eu não havia dado dinheiro em 2018, a medida que eu não estava dando dinheiro a ele [Jorge] pra ele sanar as contas pessoais e etc”. Isso mesmo, Neri afirmou que Jorge Viana e Cesário não queriam apoiá-la, porque “não havia dado dinheiro em 2018, à medida que eu não estava dando dinheiro a ele [Jorge] pra ele sanar as contas pessoais”.

A política é um cenário dinâmico, sujeito a mudanças e rearranjos de acordo com os interesses e circunstâncias do momento

Cesário Braga que em 2020 acabou, diante da acusação da Neri, declarando voto a Tião Bocalom, para prefeitura de Rio Branco, agora, já em 2023, Cesário, a liderança do PT do Acre e atualmente ocupando o cargo de superintende do MDA no estado, busca aliança com, Gladson e Socorro Neri, para concretizar o sonho de ver Marcus Alexandre (MDB) na mesma chapa que Alysson Bestene (PP) para a prefeitura de Rio Branco em 2024. Mas Cesário parece esquecer que Marcos Alexandre não é mais filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT).

A Reviravolta nas Alianças: Enquanto o MDB, partido que acolheu Marcus Alexandre, conta com figuras políticas influentes como Vagner Sales, Flaviano e Jéssica Sales, a condução da articulação da chapa majoritária nas eleições de Rio Branco parece estar nas mãos de Cesário Braga. Isso levanta a questão: Marcus Alexandre, que foi liderado por Jorge Viana no PT, está agora sob a orientação política de Cesário? Será que ele abriu mão de fazer sua própria articulação política em busca de um novo alinhamento estratégico?

Nesta semana, Cesário comemorou, em suas redes sociais, uma reunião do governador Gladson com o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. “Agradeço ao ministro Padilha que nos recebeu no Palácio do Planalto e principalmente ao governador Gladson Cameli e à deputada federal Socorro Neri, que tem colocado as diferenças políticas pretéritas de lado e pensando no que é melhor para o Acre na construção futura! Agradeço também ao secretário Alysson Bestene e ao assessor especial Weverton Matias que acompanharam essa agenda importante de unidade.”

Encontro que foi visto por militantes e por parte da imprensa como uma possível aproximação do PT com o governador Gladson Cameli.

Petecão e a Interação com o Governo Federal: No contexto da relação entre o Acre e o governo federal, o papel do senador Sérgio Petecão como interlocutor junto ao governo tem sido notável. Como ele enxerga a recente mudança de postura de Cesário Braga? Cesário tem se aproximado do governo, e Petecão também através da vice-governadora, deixando muitos a se perguntarem sobre as implicações desse movimento para a dinâmica política estadual.

Várias criticas e opiniões fazem as rodas politicas movimentadas, entre elas que Cesário esquece, que o governador é investigado por corrupção na Operação Ptolomeu, mesmo assim, Cesário tem reafirmado em várias entrevistas e declarações que defende a aproximação com o governador do PP para as eleições de 2024 e “construção futura”. “Unir governo federal, governo estadual e prefeitura no mesmo caminho seria bom para a cidade. Por isso defendo a chapa Marcus/Alysson”, declarou Cesário em uma das últimas entrevistas à imprensa.

O Potencial de Alysson Bestene na Chapa Majoritária: A figura de Alysson Bestene, até então pouco mencionada nesse cenário, suscita questionamentos sobre o seu potencial e o seu papel na chapa majoritária. Ele já abriu mão de ser candidato? Seria ele o articulador oculto por trás das movimentações políticas, desempenhando um papel estratégico que talvez ainda não tenha sido completamente compreendido? Essas são questões que continuam a intrigar observadores políticos no Acre.

Alguns acreditam que o atual cenário apequena o PT, e o silêncio e falta de atitudes de lideranças como Tião Viana, Binho Marques, Nazaré Araújo, Anibal Diniz, Raimundo Angelim, dá espaço para esse cenário que Cesário tenta impor ao PT, além de incomodar a militância do partido, pode gerar efeitos colaterais irreversíveis.

Mesmo com a afirmação do presidente estadual do PT no Acre Daniel Zen, “Na minha sincera opinião, quem deve conduzir – e opinar – sobre a política de alianças é o pré-candidato e o seu respectivo partido, no caso, o Marcus Alexandre e o MDB. Nessas eleições de 2024 nós, do PT, seremos apenas aliados. E aliado participa da aliança na condição de convidado, quem dá o tom na construção da aliança não são os convidados e sim quem convida”, disse Zen. Cesário insiste em declarar publicamente sua opinião mesmo o Marcos não sendo mais do PT.

O PT precisa não só querer voltar ao poder, precisa protagonizar sua história, apresentar caminhos e construir a unidade partidária, algo que parece está longe de conseguir. Construção de alianças é um processo complexo que envolve a criação de relações baseadas em interesses comuns, valores compartilhados e entendimento mútuo. O que também está longe de se alcançar. Afinal uma aliança com Marcos Alexandre(MDB) incondicional, como defende setores do partido pode na pratica não ser bem sucedida. A militância não esqueceu o GOLPE que culminou no processo de impeachment da presidente Dilma.

Enquanto isso, Bocalom segue, “dando milho ao pombos” e sem dúvidas, não será nada fácil vence-lo.

Assessoria

Zequinha Lima anuncia investimento de R$ 1 milhão para construção de quiosque no balneário Igarapé Preto

Published

on

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul vai investir R$ 1 milhão na área do Balneário Igarapé Preto na construção de 11 quiosques, além de melhorar a área do estacionamento. Nesta sexta-feira, 17, o prefeito Zequinha Lima anunciou as obras para os empreendedores do local, que vão ocupar os novos espaços, que serão construídos atrás da quadra de areia, próximos as margens do Igarapé para facilitar o acesso dos banhistas.

“Agente está muito feliz por esses investimentos que a prefeitura está trazendo para o balneário. Agradecemos ao prefeito Zequinha Lima por ter atendido o nosso pedido e agora as 11 famílias que trabalham aqui, vão poder ter um local digno para receber os clientes”, disse Jeovane.

Para Andres Cleumo, presidente da Associação de Moradores do Bairro Igarapé Preto, as melhorias no balneário vão fortalece o turismo e melhorar a vida dos empreendedores.
“O Igarapé Preto é um ponto turístico muito frequentado e o prefeito Zequinha Lima tem tido um olhar diferenciado para melhorar este espaço. A construção destes quiosques e a melhoria no estacionamento vai ser muito bom para quem trabalha aqui e para os banhistas que frequentam o balneário”, comentou Andres.

O prefeito Zequinha Lima, garantiu aos empreenderem que vai dar a ordem de serviço para o início do serviço da construção dos quiosques até o dia 30 de junho.

“Essa é uma área que precisamos cuidar bem dela. Aqui é onde as pessoas passam os finais de semana com a família tomando banho, passeando, e nós queremos oferecer o melhor para nossa população. Aqui já construímos uma quadra de área, fizemos uma reforma na calçada, melhoramos a iluminação, construímos uma academia e os quiosques para os banhistas usaram para fazer seu churrasco. Agora vamos construir mais 11 quiosque para os empreendedores e ainda vamos colocar um letreiro na frente dos quiosque com o nome do Igarapé Preto. Isso vai valorizar ainda mais o nosso balneário que já é tão famoso em todo no estado do Acre” , disse o prefeito Zequinha Lima.

Continue Reading

Política

Petecão garante mais R$ 3 milhões para construção de nova UBS e compra de equipamentos em Cruzeiro do Sul

Published

on

O senador Sérgio Petecão (PSD-AC) anunciou, nesta quarta-feira (15), o empenho de novos recursos federais no valor de R$ 3 milhões para a construção de nova unidade básica de saúde (UBS) e para a aquisição de equipamentos de saúde para o município de Cruzeiro do Sul. Esses recursos são provenientes de emendas de sua autoria junto ao Ministério da Saúde.

Explicou que em torno de R$ 1,9 milhão será investido na construção da UBS planejada para a Vila São Pedro. O restante será destinado à compra de novos equipamentos de saúde para equipar 16 postos de saúde no município.

“Prevê-se que quanto ao valor referente a equipamentos, a previsão é de que seja disponibilizado até o início de julho. Quanto à construção de uma nova UBS, o tempo de liberação poderá ser um pouco maior devido ao processo burocrático que compreende desde a apresentação até a aprovação do projeto da nova unidade”, afirmou.

Com este recurso adicional, apenas em 2024 o senador Petecão já destinou R$ 10,2 milhões a novos investimentos na área da Saúde de Cruzeiro do Sul. A outra parte – R$ 7,2 milhões -, se destina ao custeio de ações da Saúde.

“É importante investir neste setor em Cruzeiro do Sul, um município polo, que estende o atendimento a outros moradores da região do Juruá, assegurando maior acesso à saúde pública à população que mais necessita de assistência”, destacou.

Assessoria

Continue Reading

Assessoria

Gerlen Diniz destaca a importância do cooperativismo durante o 15° CBC

Published

on

Por: Andréia Oliveira Fotos: Sérgio Vale

Durante o 15º Congresso Brasileiro do Cooperativismo, que acontece de 14 a 16 de maio em Brasília e reúne mais de três mil pessoas ligadas ao setor no país, o deputado federal Gerlen Diniz destacou a importância do cooperativismo e os investimentos necessários para o progresso econômico e social, em especial no estado do Acre.

“Eu penso que o cooperativismo é o caminho, quando um cidadão passa a fazer parte de uma cooperativa, ele traz mais pessoas para ajudar e aí as coisas acontecem, o parlamentar pode auxiliar, o governo, as prefeituras, esse é o futuro, é assim que as coisas vão se desenvolver mais rapidamente. Tive a oportunidade de conhecer melhor o cooperativismo e contribuir para o fortalecimento da produção em Mâncio Lima, que é referência para todos os outros municípios do Acre, e vamos investir muito nessa área porque o nosso Estado é rico, o solo é rico”, disse.

Apoio ao cooperativismo

O parlamentar destinou mais de R$ 4 milhões em emendas para o desenvolvimento da região agrícola em Mâncio Lima. Para a Cooperativa de Cafeicultores do Vale do Juruá (Coopercafé), foram destinados R$ 1 milhão para distribuição de mudas, adubo e outros insumos. As emendas representam um investimento significativo para ajudar na modernização, expansão e sustentabilidade da produção cafeeira na região, promovendo o crescimento econômico e social dos cafeicultores locais e o impulsionamento do cooperativismo.

Na oportunidade, o presidente da Coopercafé, Jonas Lima, agradeceu ao deputado Gerlen Diniz pela parceria e por apostar na cadeia produtiva do café no Juruá.

“É maravilhoso estarmos nesse evento com o deputado Gerlen Diniz, que veio nos prestigiar e falar da Coopercafé, ele que tanto contribui dentro do nosso projeto, destinou R$ 1 milhão para a compra de muda, adubo e outros insumos para ajudar os produtores de café a alavancar a produção. É um parlamentar que veio com um diferencial, olhando para toda a sociedade acreana, temos só gratidão ao deputado”, disse.

Continue Reading

Tendência