Connect with us

Assessoria

11º edição da Feira Natalina de Economia Popular e Solidária é lançada oficialmente

A Feira Natalina de Economia Popular e Solidária acontece de 22 de dezembro a 01 de janeiro de 2024, das 8h às 20h, no Horto Florestal

Published

on

Em evento que marca as comemorações da Semana Nacional de Economia Solidária, a Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários (Unisol Acre), lançou nesta quinta-feira, 21, no auditório da Secretaria de Estado de Agricultura, a décima primeira edição da Feira Natalina, que acontecerá de 22 de dezembro a 01 de janeiro, das 8h às 20h, no Horto Florestal em Rio Branco.

Na oportunidade, o coordenador da Feira Natalina e diretor da Unisol Acre, Carlos Omar, ressaltou a importância da retomada da política nacional voltada para a economia popular e solidária do Governo Federal.

“Estamos aqui porque o governo Lula recriou a Secretaria Nacional de Economia Popular e Solidária, a Senaes, responsável pela condução dessa política que terá destaque no país, ano que vem teremos muitas coisas boas, feiras, cursos, investimentos para fortalecer a economia solidária, só temos a agradecer, disse.

De seu lado, o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras no Acre (OCB/AC), enfatizou o empenho das instituições e organizações parceiras para fortalecer a política de economia solidária e da agricultura familiar.

“Estamos todos imbuídos no mesmo propósito, que é fortalecer as nossas cooperativas, associações, empreendimentos da economia solidária, neste sentido, recentemente estivemos na Senaes em Brasília com o Carlos Omar representando a Unisol e dirigentes de dez cooperativas para pedir apoio para as nossas feiras, capacitações e eventos que possam fortalecer cada vez mais esse setor tão importante para a economia do nosso estado e tivemos a grata surpresa de saber que teremos muitos investimentos para o Acre no próximo ano, será um ano bom para a nossa economia solidária. Sobre a Feira Natalina, é uma oportunidade para comercialização e renda para os nossos produtores, vamos divulgar e ajudar para que as pessoas visitem e comprem seus presentes dos empreendimentos solidários”.

Estiveram presentes representantes da política estadual e municipal de Economia Solidária, o coordenador do Escritório do Desenvolvimento Agrário no Acre (MDA), Cesário Braga, que representou os demais órgãos federais presentes, o secretário-adjunto de Estado de Agricultura (Seagri), Edivan Maciel, o presidente da a Coopermóveis e diretor da OCB, Jorge Melo, a coordenadora do gabinete do deputado Estadual Pedro LongoC Silvia Monteiro, entre outras autoridades.

Feira Natalina

A Feira Natalina de Economia Popular e Solidária acontece de 22 de dezembro a 01 de janeiro de 2024, das 8h às 20h, no Horto Florestal de Rio Branco e terá cerca de 60 empreendimentos de diversos seguimentos de cooperativas e associações. Entre as alternativas de produtos, a população encontrará peças de artesanatos, flores, plantas ornamentais, hortaliças, além de itens de alimentação, bazar, cerâmica, reciclagem, games, economia criativa, movelaria, entre outros.
 
Texto: Andréia Oliveira / Fotos: Alice Hainã

Assessoria

Apenas 40,8% dos empresários contrataram em fevereiro, aponta pesquisa

Published

on

Dados divulgados por pesquisa realizada pela Fecomércio-AC, em parceria com o Data Control Instituto de Pesquisas, apontam que apenas 40,8% dos empresários de Rio Branco fizeram contratações em fevereiro. O estudo, realizado no último dia 20, abordou 104 empresários do comércio de bens, serviços e turismo e apontou ainda que 59,2% afirmaram que não empregaram no último mês.

Além disso, segundo o levantamento, para 61,2% dos entrevistados, o crescimento de atividades informais de mercado na capital acreana é real; 31,1% não confirmaram esta evolução e; 7,8%, não souberam responder ao questionamento.

Quanto aos níveis de escolaridade para contratação de pessoal, 46,6% dos empresários entrevistados admitiram a exigência do ensino médio. Outros 41,7% não se manifestaram quanto à exigência de escolaridade e; 9,7% disseram exigir pessoas com ensino fundamental e 1,8%, nível superior. 

No que diz respeito ao gênero do candidato para a contratação, 71,8% dos empresários não confirmaram a exigência, porém, outros 20,4% admitiram considerar o gênero do candidato, a depender da função a ser assumida. Outros 3,9% debitaram a exigência quando o trabalho precisa de mais esforço físico do empregado e; 3,9%, quando a aparência se faz importante para a função.

Quanto à faixa etária para contratação, 61,2% dos empresários de Rio Branco se mostraram indiferentes à exigência, 33% afirmaram que preferem candidatos com até 29 anos e; 5,8%, com idades entre 30 a 45 anos.

Motivos de demissão e perspectivas

Quanto aos motivos para demissão, 60,2% reforçaram que são, na maioria, de forma espontânea, enquanto 25,2% afirmaram que desligamentos por justa causa foram necessários; outros 14,6% destacaram a demissão por “justa causa”.

Já no que diz respeito à perspectiva de equilíbrio entre oferta e procura de empregos no mercado de Rio Branco, 43,7% dos empresários disse estimarem tempo superior a cinco anos; 34,9% (mais otimistas) estimam em três anos; 19,4%, até dois anos e; 15,5%, entre dois e três. Outros 7,8%% apostam esse alcance entre três a quatro anos; e 13,6% não se manifestam quanto a essa perspectiva.

Quanto ao preparo da pessoa desempregada para a conquista de uma vaga no mercado de trabalho, 63,1% dos empresários acreditam que a proatividade/flexibilidade pessoal ajuda em muito para uma colocação. A otimização da qualificação profissional também se mostra importante para 24,35% dos empresários; outros 6,8% recomendam investimentos no  empreendedorismo e; 5,8%, criação de oportunidades econômicas.

Com relação à organização e controle das atividades econômicas do comércio em Rio Branco, 92,2% dos empresários asseguram trabalhar com base em planos voltados para o crescimento de vendas, enquanto 7,8% não esboçam essa preocupação.

Empresários pesquisados

Os 104 empresários de Rio Branco entrevistados são dos segmentos econômicos do comércio de vestuário (32,0%), de acessórios (17,5%), de calçados e bolsas (11,7%), cosméticos (7,8%), variedades (6,8%), óticas (5,8), farmácias (4,9%), móveis e eletrodomésticos (4,9%), supermercados (3,9%), artigos para festas (1,9%), materiais de construção (1,9%) e produtos agropecuários (1,0%).

Foto: Agência Brasil

Continue Reading

Assessoria

Senador Petecão e o ministro Lewandowski se unem para tratar sobre segurança nacional

Published

on

O presidente da Comissão de Segurança Pública (CSP), senador Sérgio Petecão (PSD-AC), realizou uma reunião, nesta quarta-feira (28), com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, para discutir questões fundamentais relacionadas à segurança nacional.

O objetivo principal da reunião, segundo o parlamentar, foi abordar o trabalho realizado pela CSP e promover uma troca de ideias e informações para aprimorar o sistema de justiça, além de estreitar e alinhar ações propositivas entre os poderes Legislativo e Executivo.

Durante o encontro, Petecão ressaltou a necessidade de concentrar esforços para auxiliar o Ministério da Justiça na implementação de políticas públicas de segurança que atendam às demandas da sociedade. Várias questões urgentes foram discutidas, incluindo as medidas tomadas pela pasta diante da fuga de dois presos do presídio federal de segurança máxima de Mossoró, no Rio Grande do Norte, o enfrentamento do tráfico de drogas e armas nas fronteiras, o combate ao crime organizado e a reestruturação da carreira dos policiais penais federais, entre outras preocupações que envolvem a segurança pública.

O senador expressou sua gratidão ao ministro Lewandowski pela oportunidade de diálogo e reforçou o compromisso do colegiado em contribuir para a segurança da população.

“Espero que essa colaboração possa fortalecer o papel da Comissão de Segurança Pública como um instrumento essencial para a promoção do bem-estar da sociedade brasileira. Estamos prontos para legislar, e considero muito importante esse trabalho conjunto com o governo federal para fornecer respostas adequadas à sociedade”, concluiu.

Assessoria

Continue Reading

Assessoria

Zequinha Lima entrega equipamentos para a agricultura familiar na Comunidade da Onça

Zequinha Lima reforça compromisso com desenvolvimento rural ao entregar implementos agrícolas para produtores locais

Published

on

Nesta quarta feira, 28, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, entregou equipamentos agrícolas à Associação Nova Vida, localizada na Comunidade da Onça, próximo ao rio Campinas, na Br364. A iniciativa tem o objetivo de fortalecer a agricultura familiar e proporcionar melhores condições de trabalho aos produtores da região.

O prefeito Zequinha Lima entregou dois barcos de dez metros,dois debulhadores de milho com motor, uma moenda de cana, um tacho regional para produção de mel de cana e açúcar gramixó, um triturador de grãos e uma beneficiadora de arroz.

Aldenir Menezes, representando a secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento, ressaltou a importância dos investimentos para a comunidade, destacando que os implementos agrícolas fornecidos facilitarão o beneficiamento do milho e do arroz, além de proporcionar o escoamento da produção dos produtores locais.

“Aqui nós temos implementos agrícolas que vão facilitar o beneficiamento do milho e arroz, a embarcação que vai possibilitar o escoamento da produção do pessoal dos produtores do baixo Campinas. Estamos dando continuidade a essa entrega de equipamentos que já fizemos lá no ramal 3, na Vila Lagoinha, na Vila Santa Luzia e está chegando aqui hoje no ramal 2. Mais uma vez, refletindo o compromisso do nosso prefeito Zequinha Lima em trazer esses investimentos para a população rural que mais precisa de assistência, que mais precisa de apoio para ter sua atividade fortalecida”, afirmou Aldenir durante a entrega.

Janete Jesus da Silva, presidente da Associação Nova Vida, expressou sua gratidão pelo apoio da gestão municipal.

“A entrega do equipamento é um sonho para nós, porque nunca tivemos isso aqui na nossa comunidade. Motor, canoa, engenho, triturador, debulhadora de milho, máquina de arroz, nunca teve isso antes”, enfatizou.

O prefeito Zequinha Lima reforçou o compromisso da gestão em atender às necessidades da população rural. Ele destacou que os investimentos visam beneficiar e fortalecer a agricultura familiar, contribuindo para o aumento da produção local e o abastecimento da cidade.

” Os barcos vão servir para que a comunidade possa transportar seus produtos, principalmente no período de inverno, bem como para a mobilidade dos moradores. Esses equipamentos vão beneficiar, auxiliar o agricultor, fortalecer a agricultura familiar, para que a gente possa ter muito mais produção aqui e abastecer a cidade”, declarou o prefeito Zequinha Lima.

Continue Reading

Tendência