Connect with us

Saúde

Ministério da Saúde incorpora vacina contra a dengue no SUS

Previsão é que sejam entregues 5 milhões de doses em 2024

Published

on

O Ministério da Saúde decidiu incorporar, nesta quinta-feira (21), a vacina contra dengue ao Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a ministra da Saúde, Nísia Trindade, o Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público universal.

Conhecida como Qdenga, a vacina não será disponibilizada em larga escala em um primeiro momento, mas será focada em público e regiões prioritárias. A incorporação do imunizante foi analisada e aprovada pela Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS (Conitec).

“O Ministério da Saúde avaliou a relação custo-benefício e a questão do acesso, já que em um país como o Brasil é preciso ter uma quantidade de vacinas adequada para o tamanho da nossa população. A partir do parecer favorável da Conitec, seremos o primeiro país a dar o acesso público a essa vacina, como um imunizante do SUS. E, até o início do ano, faremos a definição dos públicos alvo levando em consideração a limitação da empresa Takeda do número de vacinas disponíveis. Faremos priorizações”, explicou a ministra da Saúde, Nísia Trindade.

A estratégia para utilização da quantitativo de vacinas será definida pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) e pela Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização (CTAI) que também vão estipular o público alvo prioritário e regiões com maior incidência da doença para aplicação das doses. A definição dessas estratégias deve ocorrer nas primeiras semanas de janeiro.

Segundo o laboratório, a previsão é que sejam entregues 5,082 milhões de doses em 2024, entre fevereiro e novembro. O esquema vacinal é composto por duas doses.

O imunizante Qdenga tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) com indicação para prevenção de dengue causada por qualquer sorotipo do vírus para pessoas de 4 a 60 anos de idade, independentemente de exposição prévia.

Para o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Renato Kfouri, a vacina será importante para controlar a dengue no país. “A dengue é uma doença que impacta praticamente todo o território nacional e o controle do vetor vem sendo insuficiente para reduzir as taxas de infecção. Estamos fechando o ano com recorde de óbitos. A vacina, sem dúvida, junto com outras medidas, será um importante instrumento para controle dessa doença”, disse. 

Segundo ele, a Organização Mundial da Saúde preconiza entre 6 e 16 anos de idade como a faixa etária ideal de introdução da vacina. Dentro dessa faixa etária, já há outros imunizantes que podem ser associados à aplicação da vacina da dengue e otimizar os atendimentos nos hospitais.

Por Agência Brasil – Brasília

Saúde

Carreta do Hospital do Amor atenderá no Centro de Cruzeiro do Sul a partir de segunda-feira

Exames de mamografia e preventivo de câncer de colo de útero estarão disponíveis no Centro da cidade, com 55 vagas pela manhã e 60 à tarde

Published

on

A partir de segunda-feira, 4 de março, a Carreta do Hospital do Amor estará no Coreto da Praça Orleir Cameli, no Centro de Cruzeiro do Sul com a oferta de exames de mamografia e do preventivo de câncer de colo de útero. A Carreta permanecerá no local até o dia 27 de março. Os atendimentos, feitos em parceria com a prefeitura de Cruzeiro do Sul, serão realizados das 07:30 às 12:00 horas e das 13:00 às 17:00 horas.

Serão disponibilizadas 25 vagas para mamografia e 30 para preventivos durante a manhã. A tarde serão 30 vagas para ambos os exames. A faixa etária para realização dos exames de mamografias é de 40 a 69 anos e preventivos de 25 a 64 anos.

Para o atendimento, as mulheres devem apresentar a Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência e cartão do SUS. ” Pedimos que as mulheres compareçam para a realização dos exames que garantem a prevenção de dois tipos de câncer. É a oportunidade de um diagnóstico precoce, que proporciona tratamento eficaz “, cita a secretária de Saúde de Cruzeiro do Sul, Valéria Lima

Inicialmente a previsão era de que o atendimento fosse realizado no Complexo Esportivo do Bairro Aeroporto Velho. Mas o prefeito Zequinha Lima decidiu pelo Centro da cidade, para beneficiar o maior número possível de mulheres.

Continue Reading

Notícias

MPAC recomenda suspensão de pagamentos do Estado à empresa MedTrauma

Supostas irregularidades e superfaturamento em contratos com a Sesacre levam à medida cautelar para proteger o erário público

Published

on

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da 1ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio Público, Fiscalização das Fundações e Entidade de Interesse Social, emitiu uma Recomendação endereçada à Secretaria de Saúde do Estado do Acre (Sesacre) solicitando a suspensão de todos os pagamentos à empresa MedTrauma Serviços Médicos Especializados Ltda.

A medida foi tomada em decorrência de supostas irregularidades e superfaturamento nos contratos firmados entre a empresa e a Sesacre, que estão sob investigação. Um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) apontou impropriedades e irregularidades nos procedimentos de contratação, comprometendo a higidez dos atos praticados.

Outros indícios de ilegalidades apontados no relatório são a falta de demonstração da execução e fiscalização dos contratos em conformidade com as normas legais, bem como a ausência de comprovação de vantajosidade na terceirização dos serviços de ortopedia e traumatologia.

A promotora de Justiça Myrna Teixeira Mendoza recomendou a suspensão dos pagamentos à empresa até que a fiscalização em andamento pelos órgãos de controle seja concluída.

A suspensão dos pagamentos é vista como medida necessária para resguardar o erário durante o desenrolar das investigações em curso.

Na Recomendação, o MPAC estabeleceu um prazo de 10 dias para a Sesacre apresentar informações sobre a suspensão dos pagamentos.

Agência MPAC – Foto: Odair Leal

Continue Reading

Notícias

Rio Branco intensifica campanha de vacinação contra dengue

Coordenadora destaca eficácia da vacina Qdenga, 140 crianças já foram imunizadas na capital acreana

Published

on

A campanha de vacinação contra a dengue em Rio Branco avança, com a coordenação estadual do Programa Nacional de Imunização, reforçando a segurança da vacina Qdenga. Renata Quiles, a coordenadora, destacou a eficácia e segurança do imunizante, afirmando que todas as vacinas passam por rigorosos testes antes de serem aplicadas, e a Qdenga garante a proteção das crianças com confiança.

“Haverá apenas uma leve reação do organismo, muito parecida com os sintomas da dengue, porque estamos injetando o vírus vivo, porém atenuado. Mas isso passa muito rápido e a criança fica imunizada para não desenvolver caso grave da doença”, afirma Renata.

Desde o início da campanha na última sexta-feira, 140 crianças de 10 e 11 anos receberam a primeira dose da vacina, que chegou a Rio Branco como parte de um lote de 17.810 doses fornecidas ao estado pelo Ministério da Saúde. A capital acreana, responsável por cerca de 65% desse total, foi a primeira na região Norte a iniciar a vacinação, enquanto outras 10 cidades acreanas também começaram a imunizar as crianças contra a dengue.

Locais de Vacinação em Rio Branco

A prefeitura de Rio Branco designou duas unidades de saúde para a vacinação:

•⁠ ⁠Policlínica Barral y Barral, na Rua São Lázaro, Conjunto Tangará;
•⁠ ⁠Unidade de Referência em Atenção Primária (Urap) Eduardo Assmar, na Rua Júlio Camilo de Oliveira, Bairro Quinze.

Os serviços de vacinação estão disponíveis de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Não há vacinação aos finais de semana.

O que Levar para a Vacinação
Para receber a vacina, é necessário levar a carteira de vacinação e um comprovante de residência, evidenciando que a campanha é destinada aos moradores de Rio Branco nesta etapa. Além disso, as crianças devem estar acompanhadas de um responsável.

A vacina Qdenga é administrada em duas doses para garantir a proteção completa, com um intervalo recomendado de três meses entre elas. A data da segunda dose é registrada no cartão de vacinação no momento da aplicação.

Continue Reading

Tendência