Connect with us

Notícias

Cheia do Rio Acre atinge povos indígenas em três cidades do Acre

Published

on

A cheia do Rio Acre, após fortes chuvas na última semana, atinge os povos indígenas em três cidades do Acre: Rio Branco, Brasileia e Assis Brasil. De acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi), os Huni Kui e Jaminawa de contexto urbano foram afetados em Rio Branco, enquanto em Brasileia foram os Jaminawa de contexto urbano. Já em Assis Brasil, foram os Manchineri e Jaminawa, sendo tanto aldeados quanto de contexto urbano.

Diante dessa situação, o Governo do Acre, por meio da Semapi, está atuando de forma integrada com diversas instituições e secretarias de estado para garantir acolhimento às famílias indígenas atingidas pela cheia. Foi instalada uma Sala de Situação com os órgãos de competência indígena para atuar com as ações emergenciais.

A diretora Indígena da Semapi, Nedina Yawanawá, explica como o governo está atuando para minimizar o impacto nos abrigos. “Os abrigos possuem atendimento diferenciado nas questões culturais e também em relação à adequação alimentar. Alguns abrigos têm intérpretes que traduzem a língua, porque alguns não entendem o português. Nos preocupamos também com a questão da alimentação, em colocar o mesmo povo em um só lugar, além de uma pessoa para dar apoio e suporte”, explicou a diretora.

Julie Messias, titular da pasta da Semapi, expõe as ações de atenção e acolhimento dos atingidos, que ocorre em uma força tarefa de integração. “Frente à situação dos povos indígenas que foram atingidos pela cheia, chamamos as instituições que atuam na pauta para somar esforços e garantir acolhimento. Identificar a situação dos indígenas atingidos, estabelecemos um diagnóstico e estamos atuando. Há um esforço conjunto entre Funai, Sesai e Secretaria de Assistência Social e dos Direitos Humanos (SEADH) e demais órgãos, que aceitaram de imediato o convite e estamos juntos nessa força-tarefa”. 

A CPI-Acre, junto com seus parceiros, também vem realizando o monitoramento e prestando auxílio às comunidades atingidas. “Apoiamos a ação enviando kits de higiene, utensílios domésticos e colchões para os indígenas que foram desabrigados e vamos continuar acompanhando e prestando auxílio aos afetados. É tempo de solidariedade e de unir forças, mas também de ação dos governantes para construção e implementação de políticas públicas que atendam as populações periféricas, ribeirinhas, tradicionais e indígenas, que estão entre as mais afetadas pela emergência climática”, informa a instituição em suas redes sociais. 

Essa ação de governo e parceiros é importante para garantir a segurança e bem-estar das famílias indígenas que foram afetadas pelas cheias do Rio Acre, respeitando suas especificidades culturais e garantindo o acolhimento necessário nesse momento de emergência.

Fotos: Alexandre Noronha

Assessoria

Sebrae lança programa de aceleração Acre for Startups 2024

Melhores modelos de negócios receberão bolsa de R$ 6.500 durante seis meses

Published

on

O Sebrae lançou nesta quinta-feira (11), o programa de aceleração Acre for Startups 2024, com objetivo de fomentar os negócios inovadores, startups e iniciativas de base tecnologia em estágio inicial, que buscam desenvolvimento e crescimento sustentável.

Serão selecionados 50 projetos na primeira fase, que passarão pelo processo de pré-aceleração, com capacitações e mentorias durante dois meses. Os 20 melhores modelos de negócios serão classificados para a segunda etapa, onde serão acelerados e receberão uma Bolsa Sócio Empreendedor no valor de R$ 6.500 mensais, cada, durante seis meses.

Com esta iniciativa, o Sebrae busca promover a competitividade e o amadurecimento de negócios inovadores e tecnológicos. “As startups passarão por um processo de capacitação, de mentoria, todo um assessoramento técnico do Sebrae, para que eles possam tirar ideias de negócios do papel e começar a fazer uma prática de mercado”, destacou o diretor técnico do Sebrae no Acre, Kleber Campos.

Iniciativa do Sebrae no Acre impulsiona startups inovadoras – Foto: Assessoria

Todo o conhecimento fornecido e a validação das startups ficará a cargo da Bbuttom, empresa do Espírito Santo que fará a aceleração das empresas. “Vamos trabalhar o processo de aceleração desde o início. Temos aqui um ambiente repleto de oportunidades, considerando as oportunidades que a região amazônica traz. Acho que nós vamos presenciar um crescimento exponencial do Acre em relação à inovação, partindo do que vocês já construíram, olhando para a cultura que é muito rica aqui”, declarou o CEO da Bbuttom, Flávio Aguilar.

Podem participar os negócios em estágio inicial, detentores de ideias inovadoras ligadas a qualquer temática ou setor de atuação, no entanto, serão priorizadas as soluções que respeitem a conservação, preservação e desenvolvimento sustentável dos recursos naturais e culturais do Acre, nas temáticas: Educação e Saúde inclusivas; Inclusão financeira e microcrédito; Agropecuária sustentável e tecnologias ambientais; Energia e habitação sustentáveis; Mobilidade e acessibilidade; Economia circular e gestão de resíduos; e Turismo sustentável e inclusivo.

As inscrições estão abertas de 4 de julho a 4 de agosto de 2024. Para conferir o edital e participar do processo, basta acessar o site https://bit.ly/m/acreforstartups2024

Participante da primeira edição do programa, Lucas Assis da startup Cloud Inovações, que atua com parametrização de emoções de alunos, pretende participar novamente do Acre for Startups, dessa vez com uma nova ideia de negócio. “O investimento que o Sebrae fez em nós da primeira vez contribuiu muito, nos deu facilidades para desenvolver o nosso negócio. Agora queremos participar novamente com um sistema de gerenciamento de gestão de pessoas”, disse.

Estiveram no lançamento representantes dos seguintes atores do Ecossistema de Inovação e instituições parceiras: SDTI, SEPLAN, SEICT, FAPAC, UFAC, IFAC, Embrapa, Senai, Senac, Acisa e Uninorte.

Continue Reading

Notícias

Ministério da Saúde amplia vacinação contra HPV para usuários da PrEP no Acre

Ministério da Saúde amplia vacinação contra HPV para usuários da PrEP no Acre, fortalecendo prevenção de ISTs e cânceres

Published

on

O Ministério da Saúde anunciou, na última quarta-feira (3), a inclusão de pessoas que utilizam a Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP) na vacinação contra o papilomavírus humano (HPV). A medida, divulgada por meio de nota técnica no portal do Ministério, permitirá que indivíduos de 15 a 45 anos que usam a PrEP possam receber a vacina, reforçando a prevenção e o tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e cânceres relacionados ao HPV.

No estado do Acre, a nova diretriz beneficiará 157 usuários da PrEP. Esta população, que já adota medidas preventivas contra o HIV, agora terá acesso à vacina quadrivalente (HPV4) fornecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que protege contra os tipos mais perigosos do vírus, causadores de verrugas genitais e diversos tipos de câncer, incluindo colo do útero, vulva, pênis, ânus e orofaringe.

Draurio Barreira, diretor do Departamento de HIV, Aids, Tuberculose, Hepatites Virais e ISTs da Secretaria de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA), destacou a importância da ação. “Oportunizar o acesso à vacina HPV4 para usuários da PrEP é uma ação com impacto na prevenção das neoplasias relacionadas ao HPV para populações de maior vulnerabilidade às ISTs”, afirmou.

No Brasil, a prevalência do HPV foi analisada pelo Estudo Epidemiológico sobre Prevalência Nacional HPV (POP-Brasil), que revelou que 53,6% dos homens e mulheres sexualmente ativos entre 16 e 25 anos estão infectados pelo vírus, com 35,2% apresentando genótipos de alto risco. A ampliação da vacinação para usuários da PrEP é uma resposta a esses dados alarmantes.

Desde 2014, o SUS oferece a vacina contra o HPV para diversas faixas etárias e grupos específicos. A recente inclusão dos usuários da PrEP reflete um esforço contínuo para alcançar uma imunização mais ampla e eficaz. A vacinação é uma ferramenta essencial para reduzir as taxas de infecção e, consequentemente, a incidência de cânceres causados pelo HPV.

A PrEP, composta pelos medicamentos tenofovir e entricitabina, é indicada para prevenir a infecção pelo HIV em pessoas sexualmente ativas com risco aumentado. Em março de 2024, cerca de 84.926 brasileiros faziam uso da PrEP, com 82% sendo homens que fazem sexo com homens, 3,2% mulheres trans e travestis, 6,7% homens cisgêneros heterossexuais e 5,8% mulheres cisgêneros.

A ação no Acre é parte de um movimento maior de saúde pública que busca proteger populações vulneráveis e garantir que medidas preventivas estejam disponíveis e acessíveis a todos que delas necessitam.

Fonte: Ministério da Saúde Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Continue Reading

Notícias

Evento reúne profissionais de comunicação e marketing em Rio Branco

Treinamento intensivo da Escola Reboot em comunicação política, pública e institucional supera expectativas

Published

on

No último sábado, Rio Branco sediou um evento que superou todas as expectativas dos organizadores, reunindo jornalistas, comunicadores e profissionais de marketing para um treinamento intensivo em comunicação política, pública e institucional. Organizado pela Ponte Comunicação e Marketing em parceria com a Agência Nuvem, o evento contou com a participação de Nani Blanco, diretora da Agência Nuvem em Brasília e idealizadora do Seminário Reboot, e Danilo Nogueira, especialista em comunicação online com foco em tráfego pago.

Nani Blanco destacou a proposta do evento como um treinamento imersivo, enfatizando a importância da comunicação política, pública e institucional. “O Reboot Escola é um treinamento imersivo e está sendo bem recebido pelos participantes”, afirmou. Danilo Nogueira abordou a relevância do tráfego pago em campanhas políticas e de comunicação institucional, ressaltando a importância do impulsionamento de conteúdo nas plataformas digitais e as regras que o cercam.

“É importante discutir o impulsionamento de conteúdo nas plataformas digitais e as regras que o cercam”, afirmou Danilo.

O evento atraiu foi um sucesso e atraiu muitos participantes, incluindo assessores de imprensa, assessores políticos, profissionais de comunicação institucional e estudantes. Andréa Zilio, representante da Ponte Comunicação e Marketing, destacou a importância da atualização profissional, afirmando que “qualificação e atualização são essenciais em qualquer área, e estamos felizes em iniciar este projeto no Acre”.

“Hoje temos aqui uma sala cheia de profissionais, assessores, representantes de secretarias, órgãos, instituições, mandatos e estudantes, que estão se preparando para entrar no mercado de trabalho.” Andrea Zilio

Marcia Moreira, uma das organizadoras, comentou sobre o ambiente de aprendizado e troca de experiências proporcionado pelo evento: “Este encontro é um momento de troca de conhecimentos e experiências, e estamos satisfeitos com o resultado”. Vanessa França, também da Ponte Comunicação e Marketing, expressou otimismo quanto ao futuro da iniciativa, destacando que a Ponte está comprometida em trazer mais eventos e treinamentos para a área de comunicação e marketing em Rio Branco.

Marcia Moreira comentou: “Este é um momento de aprendizado e troca de conhecimentos. É maravilhoso ver todos interagindo, compartilhando e discutindo suas experiências.”

O sucesso do evento garante outros treinamentos e seminários que devem ser realizados em breve, visando a capacitação contínua dos profissionais de comunicação no Acre e o desenvolvimento do setor no estado.

Fotos: Fredy Junior/Wave Produções

Continue Reading

Tendência