Connect with us

Cultura

Escola de Música do Acre promove curso vocal

O projeto de extensão é gratuito e ministrado por Mariana Ravena Araújo

Published

on

Com o objetivo de fomentar as atividades musicais de artistas e demais membros da comunidade, a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (SEE), por meio da Escola de Música do Acre (Emac), promove aulas de canto e montagem de grupo vocal.

Tal formação tem como público-alvo os cantores que atuam no cenário musical, ativistas culturais, profissionais das áreas de artes e recreação, acadêmicos, assim como os amantes pelo ato de cantar.

O projeto de extensão é gratuito e está sendo ministrado pela docente da Emac, Mariana Ravena Araújo, licenciada em Música pela Universidade Federal do Acre (Ufac), especializada em Canto e Educação Musical.

“Um dos focos do curso está nessa aproximação da nossa instituição com artistas acreanos, compartilhando experiências, repassando conceitos musicais, técnicas de respiração e canto, seja de forma individual ou coletiva, além preparar um repertório para futuras apresentações com o grupo vocal da Emac”, relata a docente.

O curso é promovido todas as quintas-feiras, das 8h às 10h e segue até o final de janeiro. Os interessados em participar devem comparecer na próxima semana, especificamente no dia 10, prazo final para participar da formação, e preencher a ficha de inscrição, detalhando suas informações básicas, como número do RG, CPF e endereço domiciliar.

Uma das participantes é a microempreendedora Rayna Lima, de 33 anos. Cantora de Pop/Rock e Heavy Metal nas horas vagas, ela viu no grupo vocal da Emac, uma oportunidade para ganhar novos conhecimentos e voltar aos palcos com mais frequência.

A cantora Rayna Lima é uma das participantes do projeto de extensão em canto. Foto: André Araújo/SEE

“Tudo o que eu estava precisando era um incentivo, e aqui na Emac eu me animei novamente, reencontrei amigos.  Estou construindo novas amizades e, em breve, estaremos nos palcos, fazendo o que mais gostamos, que é cantar”, disse a vocalista.

A Escola de Música do Acre está localizada na Avenida Central, 92, Conjunto Tucumã II, ao lado da Escola Estadual Raimundo Gomes. Para obter mais informações ou esclarecer dúvidas, entre em contato com a Emac pelo número telefônico: 3229-4918 , que também recebe mensagens pelo aplicativo WhatsApp.

André Araújo / Agência de Notícias

Cultura

SINIRA E CHUVISCO IN CONCERT!

“Sinira e Chuvisco in Concert” não é apenas um show, é uma celebração da cultura e da música brasileira, uma noite para rir, se emocionar e refletir.

Published

on

No dia 20 de abril, Carol Di Deus e Sandra Buh apresentam no Teatro de Arena do Sesc “Sinira e Chuvisco in Concert”. Com uma proposta cênico-musical, o espetáculo promete cativar o público ao explorar a diversidade da música brasileira de forma envolvente e divertida. Utilizando elementos cômicos, os artistas abordarão temas como união e pertencimento, ressaltando os valores que dão sentido à vida e à arte.

Conforme Carol Di Deus descreve, “Sinira e Chuvisco in Concert” é mais do que um simples espetáculo musical. É uma experiência cênica que atravessa as diferentes facetas da música brasileira, enquanto utiliza humor para explorar temas profundos como união, pertencimento e os valores que enriquecem nossa jornada na vida e na arte.

Esse trabalho partiu de um processo de pesquisa e criação coletiva das atrizes Carol Di Deus e Sandra Buh, onde laçando mão de elementos cênicos (Personagem, Figurino, Objetos, Iluminação, Dramaturgia e etc) e utilizando-se da linguagem cômica da palhaçaria falarão sobre a plural musicalidade brasileira.

Onde: Teatro de Arena do Sesc
Quando: 20 de abril de 2024
Horário: às 18h

Ficha Técnica: Elenco: Atrizes/Cantoras – Carol Di Deus e Sandra Buh | Banda – Violão – James Fernandes | Acordeon – Nilton Castro | Percussão – João Gabriel Brito | Iluminação: Luiz Rabicó | Concepção do Projeto e Dramaturgia Cênico Musical – Carol Di Deus | Colaborações Textuais e Cênicas – Sandra Buh e Narjara Saab | Direção, Figurino e Cenário – Carol Di Deus e Sandra Buh | Fotografia: Narjara Saab – Sol e Lua Fotografia | Apoio Técnico: Narjara Saab e Rafa Zanatta | Agradecimentos Especiais: Darci Seles, Deivid de Menezes, Karla Martins e Lenine Alencar.

Créditos: Realização e Produção: Carol Di Deus e AcreAtiva Produções | Financiamento: Fundo Municipal de Cultura – Prefeitura de Rio Branco | Apoio: Sesc – Acre e Fecomércio – Acre, Fundação Elias Mansour e Laffiche Tecidos.

Continue Reading

Cultura

Conselheiros e Conselheiras rejeitam proposta de financiamento da Prefeitura em Rio Branco

Gestão municipal destina R$ 300 mil ao Fundo Municipal de Cultura, mas membros do CMPC discordam

Published

on

Durante o 1° Fórum Integrado de Arte e Patrimônio Cultural em Rio Branco, os membros do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) rejeitaram a proposta da prefeitura destinada ao Fundo Municipal de Cultura. A gestão municipal alocou R$ 300 mil para o fundo, abaixo da expectativa de R$ 2 milhões.

Os representantes culturais consideram que a decisão da prefeitura de transferir R$ 1,7 milhões para a execução direta da Fundação Garibaldi Brasil, em vez de utilizar o Fundo Municipal de Cultura, é prejudicial ao setor cultural. Para eles, essa ação representa um ataque ao Conselho Municipal de Políticas Culturais.

“Transformar esse recurso inteiro em ações diretas na Fundação Garibaldi Brasil não é promover política cultural, mas sim agir de forma oportunista. Especialmente em ano eleitoral, isso é, no mínimo, questionável. O movimento cultural de Rio Branco trabalha incansavelmente neste território, muitas vezes sem o devido reconhecimento. Essa decisão reflete um alto nível de descaso e incompetência”, afirmou Camila Cabeça, coordenadora da Comissão Executiva de Cultura do CMPC.

Durante o Fórum, os membros do CMPC deliberaram por rejeitar o valor designado pela prefeitura, que consideraram “uma migalha”. Além disso, destacaram a redução do Fundo Municipal de Cultura de R$ 2 milhões para R$ 300 mil como uma preocupação adicional.

Continue Reading

Cultura

Museu dos Povos Acreanos: Preservação da Cultura e História do Estado

Museu dos Povos Acreanos resgata história e cultura, tornando-se referência regional e impulsionando economia e turismo local.

Published

on

O Museu dos Povos Acreanos, resultado de um investimento conjunto do governo do Acre e do Banco Mundial, revitalizou um prédio histórico, originalmente sede de instituições educacionais, transformando-o em um espaço cultural de destaque em Rio Branco. Com a inauguração da primeira etapa da obra em agosto de 2023, o museu não apenas resgatou a memória da região, mas também impulsionou a economia local, gerando empregos na construção civil.

O local abriga salas temáticas que destacam aspectos importantes da cultura acreana, oferecendo uma experiência enriquecedora aos visitantes. Além do acervo histórico, o museu conta com espaços interativos, como a Sala Interativa e a Loja Bem Acreano, que oferece artesanatos e souvenirs regionais.

Desde sua abertura, o Museu dos Povos Acreanos já recebeu milhares de visitantes, tornando-se um ponto de referência na cidade. Com uma equipe dedicada de servidores e colaboradores, o espaço está aberto de quarta a domingo, oferecendo visitas guiadas e eventos culturais.

A coordenadora do museu destaca sua importância social na preservação da memória e na educação das gerações futuras, ressaltando o desafio contínuo de manter vivo o legado cultural do estado. A visitação e participação em eventos podem ser agendadas através das redes sociais do museu.

O Museu dos Povos Acreanos é um testemunho vivo da rica história e identidade da região, oferecendo aos visitantes uma jornada única pela cultura acreana.

Continue Reading

Tendência