Connect with us

Assessoria

Em Cruzeiro do Sul, Sistema OCB ministra curso de cooperativismo para fortalecer a cadeia produtiva do café na região

Fortalecimento do cooperativismo no Vale do Juruá

Published

on

Com o objetivo de fortalecer a cultura do café na região do Vale do Juruá, a Organização das Cooperativas Brasileiras no Acre (Sistema OCB/Sescoop) promoveu em parceria com a Prefeitura de Cruzeiro do Sul e a Coopercafé, um curso de Cooperativismo para mais de 60 cooperados e interessados no tema, neste sábado, 2, no auditório da Universidade Aberta do Brasil (UNB), no Centro de Cruzeiro do Sul.

O curso visa capacitar os participantes sobre os fundamentos e valores do cooperativismo. O conteúdo programático prevê apresentar habilidades que vão permitir ao aluno efetuar atividades de assessoramento no processo de constituição de cooperativas, planejamento e execução de processos técnico-administrativos voltados a cooperativas de diversas modalidades e ramos.

Os facilitadores da capacitação foram o Superintendente do Sistema OCB/Sescoop no Acre, Émerson Gomes e o Gerente de Desenvolvimento de Cooperativas da instituição, Rodrigo Forneck.

O curso contou com a presença de produtores rurais de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter.

Coops no Juruá

No Vale do Juruá existem 10 cooperativas ativas e regulares ligadas ao Sistema OCB, entre elas a Coopercafé, Cooperfarinha, Coopersonhos, Central Juruá, Juruá Alimentos, Cooptrans, Cooptrace, Cooperpeixes, Coopfrutos, Coapex, que atuam nos ramos da agricultura familiar, do transporte e tem forte produção da farinha, reconhecida internacionalmente pela qualidade e também do café.

União de esforços para fortalecer o cooperativismo

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, destacou a união de esforços em prol do fortalecimento do cooperativismo na região e agradeceu as autoridades presentes pela parceria e apoio.

A união vence sempre! Isso é fortalecimento do cooperativismo no Vale do Juruá

“O que vemos aqui nesse grandioso e importante evento, é a união de muitas forças, de muitas mãos, com muita representatividade política numa verdadeira aliança pelo fortalecimento da agricultura familiar, da produção e cooperativismo”, destacou.

Zequinha Lima acrescentou que em em Cruzeiro do Sul já tem 480 mil pés de café plantado em mais de 120 hectares de área plantada de café. “A gente precisa a partir de agora preparar esse ambiente para que a gente possa ter a estrutura necessária para receber esses cafeicultores a partir do momento que a sua lavoura já estiver conseguindo dar frutos. Agradeço a todas as instituições parceiras presentes neste evento”, disse.

Segundo o presidente da Coopercafé, Jonas Lima, a cultura do café na região está em franco crescimento, atualmente existem 1 milhão e 800 mil pés de café plantados que deve impulsionar e fortalecer a economia e o desenvolvimento dos municípios do Juruá.

“Estamos apostando muito na cultura do café e no cooperativismo como modelo de negócio para melhorar a vida das pessoas e como ferramenta para desenvolver nossos municípios e aquecer a economia. Esse curso é muito importante porque vem para trazer mais conhecimento aos produtores sobre o cooperativismo, é um pré-requisito inclusive para quem pretende adentrar na Coopercafé e em outra cooperativa, somos muito gratos ao Sistema OCB/Sescoop pela parceria e incentivo e também a todos os parceiros em nome da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, que foi fundamental para a realização dessa capacitação”, enfatizou Jonas Lima.

Durante a solenidade de abertura do curso o senador da República Alan Rick aproveitou a oportunidade para anunciar a destinação de emendas parlamentares no valor de R$ 1 milhão para fortalecer a cultura do café na região.

“Sou um entusiasta do cooperativismo, da produção e agricultura familiar, o que meu mandato puder fazer para fortalecer e ajudar a desenvolver nossas cooperativas e os produtores, eu o farei, hoje trago aqui boas notícias com a destinação de emendas para fortalecer o setor e a cadeia produtiva do café, mas para além disso, reforço meu compromisso de ajudar a desenvolver nosso estado e o cooperativismo é um dos caminhos, podem contar com a minha parceria”, destacou o parlamentar.

O superintendente do Sistema OCB no Acre, Émerson Gomes, enfatizou o papel do Sistema que representa as cooperativas no Brasil e o processo de fortalecimento das cooperativas do Juruá.

“Essa é nossa atribuição, atuar pelo fortalecimento do cooperativismo no nosso estado. Aqui no Juruá temos muitas potencialidades como a farinha e o café, mas também existem cooperativas do ramo de transporte e do crédito, esse processo de organização do cooperativismo passa pela formação, pela gestão e regularidade das cooperativas, nós estamos prontos e abertos a ajudar a todos que queriam entrar no cooperativismo, aproveito para parabenizar a Coopercafé e a Prefeitura de Cruzeiro do Sul pela iniciativa de realizar o curso”, pontuou.

Evento prestigiado

Estiveram presentes na abertura do curso o senador da República Alan Rick; o prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima; o presidente da Assembleia Legislativa Luiz Gonzaga; os deputados estaduais Nicolau Júnior, Edvaldo Magalhães e Luiz Tchê, licenciado e atual Secretário de Estado de Agricultura; o superintendente do Incra, Márcio Alercio; o superintendente do Ministério do Desenvolvimento Agrário no Acre, Cesário Braga; Assur Mesquita, Superintendente do Ministério da Pesca no Acre, Paulo Ximenes; Secretário de Estado de Ciência e Tecnologia; a secretária de Produção da Prefeitura de Mâncio Lima, Alana Souza, diretora da Secretaria de Produção da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, Aldenir Menezes, entre outras autoridades.

Texto: Andréia Oliveira

Assessoria

9ª edição da Ecoflores acontece de 05 a 09 de junho, no Horto Florestal, em Rio Branco

Published

on

A nona edição da Ecoflores, Feira de Economia Solidária e Popular será realizada de 05 a 09 de junho de 2024, no Horto Florestal, em Rio Branco. Os detalhes do evento foram apresentados pela comissão organizadora em reunião com os parceiros nesta quarta-feira, 22, na sede do Sistema OCB. O tema da feira deste ano é: “Promovendo a sustentabilidade social de todos, através da economia solidária, popular e agricultura familiar”.

A feira vai reunir 150 expositores do Brasil, Peru e da Bolívia. São empreendimentos de diversos segmentos sociais, de associações e cooperativas da economia solidária dos ramos da agricultura familiar, artesanato, jardinagem, alimentação, economia criativa, artistas plásticos, bazar, movelaria, cerâmica e brinquedos.

O público esperado é de 20 mil visitantes durante os cinco dias de feira.

O presidente da Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários – Unisol Acre, Carlos Omar, destacou os objetivos da Ecoflores. “A feira visa fortalecer, divulgar e valorizar os empreendimentos  produtivos por meio de políticas públicas de desenvolvimento sustentável em economia solidária e popular, agricultura familiar, artesanato e artes nos países da tríplice fronteira, valorizando as culturas regionais e fazendo a integração comercial de cadeias produtivas de base associativista e cooperativista”, disse.

Parceiros

A VIII Ecoflores é uma realização da Unisol Acre, em parceria com o Sistema OCB/Sescoop Acre, Reaja, Gabinete do deputado estadual Pedro Longo, Governo Federal (MDA, Incra, Conab, MTE/Senaes e Ifac), Governo do Estado (SETE, Emater e SEAGRI) e Prefeitura de Rio Branco (SEMEIA; FGB; SEAGRO; SDTI; SEE); Senar, Rede Baixo Acre, Comitê Chico Mendes, Cártitas Diocesana, CUT, Fetacre, EPS Peru, EPS Bolívia.

SERVIÇO

O que? IX edição da Ecolfores – Feira de Economia Solidária e Popular.
Quando? De 05 a 09 de junho de 2024.
Onde? Horto Florestal de Rio Branco.
Mais informações podem ser obtidas com o organizador da feira, presidente da Unisol Acre, Carlos Omar (68) 99924-3491.

Texto: Andréia Oliveira Fotos: Alice Hainã – Foto arquivo / Amanda Oliveira

Continue Reading

Assessoria

Bocalom supervisiona Asfalta Rio Branco

Published

on

O prefeito de Rio Branco realizou uma visita às obras do Programa Asfalta Rio Branco no bairro Laélia Alcântara nesta quarta-feira, 22 de maio de 2024. Esse programa tem como objetivo principal o recapeamento e a reparação de vias, além de melhorias nas redes de drenagem e esgoto, e a construção de meios-fios e calçadas nas dez regionais da capital. Laélia Alcântara, um dos 18 bairros da regional Calafate, está recebendo 100% dessas melhorias.

Durante a visita, o prefeito destacou que as empresas contratadas estão transformando vias que há anos estavam intrafegáveis, contribuindo para a qualidade de vida dos moradores. O presidente da Associação de Moradores, Wilson Moreira, ressaltou a resolução de problemas antigos, como uma cratera de mais de 60 metros que impedia o tráfego de veículos. Com a desobstrução do esgoto pelo Saerb, as condições melhoraram significativamente.

O vereador Antônio Morais, que acompanha as obras, afirmou que esta iniciativa trouxe grandes benefícios para a comunidade, destacando a importância histórica do bairro Laélia Alcântara. Ele declarou: “Tenho três mandatos como vereador e acompanho há mais de dez anos a situação, essa era uma rua de ônibus, mas graças a Deus, o prefeito fez um serviço de primeira e só quem ganha é a comunidade do Laélia Alcântara e adjacentes, esse é um dos bairros mais antigos de Rio Branco”.

Durante a visita ao bairro, o prefeito Bocalom aproveitou para verificar o andamento da reforma da Unidade de Saúde da Família (USF) Mariano Gonzaga. Ele elogiou o empenho da equipe da Prefeitura e da Secretaria de Saúde em melhorar as condições da unidade, que precisava urgentemente de renovação. Bocalom comentou: “O time da Prefeitura de Rio Branco, em especial a Secretaria de Saúde, está totalmente empenhado em fazer o melhor para a nossa população. Esta é uma Unidade de Saúde que há muito tempo merecia essa reforma, e agora estamos realizando.”

Continue Reading

Assessoria

Prefeitura de Cruzeiro do Sul e Governo do Estado conduzem estudos para transformação da Avenida 28 de Setembro em mão única

Published

on

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, em parceria com o Governo do Estado, está avançando nos estudos técnicos que poderão transformar a Avenida 28 de Setembro em uma via de mão única. O levantamento, para melhorar o fluxo de trânsito e reduzir os congestionamentos nos horários de pico, é feito pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito, com o apoio técnico do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN).

Jonas Torres, secretário Municipal de Mobilidade e Trânsito, explica o processo e a necessidade da intervenção: “Iniciamos o estudo técnico nesta semana com a finalidade de analisar a viabilidade de tornar a 28 de Setembro uma via de sentido único. A demanda partiu de inúmeras solicitações da comunidade, que enfrenta diariamente problemas de tráfego, especialmente em horários de maior movimento por causa da entrada e saída da escola”, aponta.

O escopo do estudo inclui não apenas a Avenida 28 de Setembro, mas também as vias transversais, como a Rua Benjamin Constant, a Avenida 17 de Novembro, a Rua Floriano Peixoto e a Rua Rego Barros. “Estamos realizando um levantamento detalhado do entorno para entender completamente o impacto da mudança. A equipe está equipada com drones e realiza pesquisas de campo para coletar dados essenciais”, acrescenta Torres.

“Como DETRAN, nossa função é apoiar com dados técnicos e análises precisas que ajudarão o gestor municipal a tomar a decisão final sobre a questão”, explicou o engenheiro de trânsito do DETRAN, Judeilson Oliveira.

A previsão é que o estudo técnico seja concluído em 30 dias. Em seguida, um laudo será emitido indicando a viabilidade da transformação da avenida em mão única. A decisão final dependerá dessa análise e das consultas junto à comunidade para assegurar que a mudança atenda às necessidades de todos os envolvidos.

Com essa medida, a Prefeitura e o Governo do Estado esperam não apenas melhorar o fluxo de trânsito, mas também aumentar a segurança e a qualidade de vida dos moradores de Cruzeiro do Sul.

Após o estudo, será realizada uma audiência pública para ouvir a opinião da população sobre as possíveis mudanças.

Continue Reading

Tendência